Sobre o Bansol

A Associação Cristã Banco da Solidariedade – BANSOL é uma instituição filantrópica lei 12101 de assistência social devidamente escrita CMAS 034/2012, sem fins lucrativos, teve origem em 21 de Abril de 2008 em assembléia geral. O Bansol foi criado aos moldes do Banco da Providência do Rio de Janeiro e tem como finalidade elaborar projetos na busca de sustentabilidade das atividades sociais e erradicação da pobreza em nossa região, além de criar oportunidades de trabalho e geração de renda familiar.

A proposta do BANSOL na área de reintegração social com o desenvolvimento de atividades que estimulam as aptidões culturais, artísticas, esportivas e laborais de jovens e adultos, vem há 04 (quatro) anos gerando muitos resultados positivos, que se refletem inclusive na melhoria de condições de vida das famílias, reintegração social, também integradas em projetos de geração de trabalho e renda. As atividades produtivas apontam para a auto-sustentabilidade das ações sociais, contudo, este é um processo que demanda tempo e esforço concentrado de voluntários e organizações de apoio. É exatamente este apoio que suprirá necessidades imediatas, de médio e de longo prazo demandadas pela comunidade.

A metodologia inclui constantes reuniões de avaliação e planejamento, além do acompanhamento dos trabalhos por todos os envolvidos, por psicólogos, assistentes sociais, médicos, professores, nutricionistas, fisioterapeutas, etc., no entanto, não significa “estagnação”, ou seja, é fundamental a busca por melhorias metodológicas, embasadas pelas práticas participativas e dialógicas.

Dessa forma, evidencia-se o potencial transformador do projeto: contribuir de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida oferecida à comunidade, e, assim, contribuir para o sucesso na reintegração das mesmas na sociedade. As famílias dos atendidos pelo projeto terão sua auto-estima elevada, pois trabalha-se o fortalecimento dos vínculos familiares. Além de elevar a auto-estima o projeto contribui para que os assistidos se tornem multiplicadores das vivências e práticas vivenciadas no projeto, sendo protagonistas de suas histórias , dessa forma, passam a enxergarem novos horizontes “além da rua em frente as suas casas”, sendo parte integrante de um processo de inclusão social e melhoria das condições de exercício da cidadania.

A comunidade, portanto, não só já está diretamente envolvida com as ações do BANSOL, como também as protagonizam. A comunidade cristã possui um espaço chamado Fazenda da Solidariedade, voltado para este trabalho, sendo assim necessário sua ampliação.

Neste sentido são objetivos do BANSOL:

Uma comunidade terapêutica que visa trabalhar a espiritualidade, a família e o trabalho.
Visa contribuir para a vida dos nossos jovens dando o apoio necessário para uma vida feliz para total reinserção na sociedade e o direito à verdadeira cidadania, auxiliando o jovem a vencer o vicio, apresentando uma nova perspectiva de vida, reconquistando o respeito da família e da comunidade onde vive, ajudando-o a sonhar de novo.

A comunidade terapêutica que tem um ambiente residencial protegido, técnica e eticamente entre os pares, como objetivo de recuperar os internos, resgatando sua cidadania, buscando sua reabilitação física, psicológica e a reinserção social.

Três Campos Complementares da Fazenda da Solidariedade:

1- Na vida: Boas relações de amor, solidariedade e amizade entre as pessoas de diferentes expressões de fé través do diálogo e do respeito.

2- Na ação social: Trabalho sério com o voluntariado, envolvendo o governo, a Igreja e a sociedade como um todo, para em conjunto ocorrer os necessitados, famílias e jovens na dependência química e lutar pela promoção e resgate da vida: cultura- cidadania – solidariedade, resgate da dignidade humana.

3- Na fé: O nosso carisma exige o cultivo de valores fundamentais: fé, esperança, aos à paz, humildade, paciência, tolerância, lealdade discernimento, capacidade de ouvir, de perdoar, de acolher, de resgatar e de respeita a pessoa.

Compartilhe: